Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como é receber um feedback de melhoria a partir de um olhar depreciativo? (12/0ut)

Depreciativo ou critico?

Comecei a responder diversas vezes, esta é a terceira, apaguei as anteriores, todas as vezes comecei respondendo a pergunta criticando o depreciativo, que talvez seja o olhar para o ruim, com a lenta critica.

Mas percebo a refletir que muitos dos feedbacks orientados a melhoria que recebo vem de olhar para o que não esta funcionando, para o que está ruim. Talvez seja natural, aprendemos assim, a olhar primeiro para o que falta, olhar para a questão errada da prova e não para as questões certas.

Me ocorre lembrar das vezes que recebi feedbacks assim ao fazer algo errado. Penso nas vezes que agi mal, por impulso, e alguém primeiro me julgou ou me depreciou, para depois dizer como viu a situação.

Eu mesmo já ocupei e ocupo com frequência os dois lugares, o de que da e recebe feedbacks mal preparados deste tipo não apreciativo, e como é bom substituir depreciativo por não apreciativo.

Confesso que o que me surge é reação e não escuta, receber um feedback não apreciativo desperta em mim, NUM PRIMEIRO MOMENTO, uma fúria, raiva ou distanciamento, que me impede de ouvir o que o outro realmente esta querendo me entregar. As vezes a intenção é boa, mas a forma não ajuda.

Ao estar em depreciação posso não receber toda a mensagem de feedback que esta sendo entregue. Reflito que se a conversa é sobre feedback eu deveria estar mais aberto a receber situações não apreciativas, ja que é uma troca de informações visando a melhoria. Por pior que seja ou tão depreciativo seja, em todo feedback existe algo positivo que possa ser melhorado.

Experimento então tentar ouvir a intenção, o que esta por traz do depreciativo, o que realmente quer ser dito, e não consegue ser dito diretamente. Faço isso com perguntas, questionando o feedback original, até que de alguma forma ele reflita um olhar para o que já existe, e o que pode ser melhorado. Faço isso sempre? Obvio que não, mas as vezes que fiz tem dado certo, e a conversa evoluiu bem para uma troca.

Se sou depreciado, por que não? Escolher ouvir a intenção por traz do que pode ser melhorado…

Por que não começamos tudo com uma apreciação?

Por que não começamos tudo com uma apreciação? (13/out)

Como teus times de trabalho evoluem a partir do feedback?