Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

O que acontece quando percebo uma habilidade minha diferente ao contar histórias aos outros?

Perceber uma nova habilidade…descobrir-se

As vezes precisamos que alguém nos conte algo sobre nós para que nos percebamos de outra forma, através de outra perspectiva. Outras vezes não precisamos nem que alguém nos fale, a situação em si permite essa percepção. Como acontece?

Aprendi que contar a mesma história diversas vezes, deixando-a aberta para novos aportes e novas ideias sobre ela, permite que ela seja recriada com maior profundidade. Um exemplo é quando contamos a história de nós mesmos, a cada vez, a cada oportunidade, a história fica melhor e melhor. Posso chamar de pratica, posso chamar de melhoria continua, só que é a nossa própria história.

Digamos que quando estamos em contato com outra pessoa, o universo de histórias se cruzam, e ao contar nossa história e ouvir a do outro, podemos perceber instantaneamente que nossa história tem mais aprendizados que podíamos ver, que ao cruzar as histórias entendemos que aprendemos muito mais com nossa experiencia do que esperávamos.

Foi assim que descobri que podia ajudar a pessoas a lidar com grana, não aquela ótica de investimentos, nunca fui bom com isso, mas ao contar minhas histórias percebi que eu sabia demonstrar através das histórias o meu valor, que eu sabe quanto custava minha hora e quanto valia o que eu fazia. Antes de contar minhas histórias não reconhecia essa habilidade com valor, com percepção de valor. Mas pouco a pouco, a cada nova oportunidade, a cada nova experiencia acabei vendo que de alguma forma construi uma habilidade ligada a percepção de valor e como ajudar as pessoas a perceberem o seu valor.

Só pude perceber isso, por que me permiti contar a história varias vezes, me permiti conhecer mais e mais pessoas, e a partir de uma dessas conversas ofertar, posso te ajudar a lidar com grana? A partir do sim, um universo de portas se abriram, inclusive a de ser facilitador, e poder me experimentar em outras habilidades que também desconhecia.

Perceber essa habilidade não quer dizer que eu saiba exatamente como fazer, ou que já possua o conhecimento, MAS ME PERMITE CORAGEM PARA EXPERIMENTAR, ao sentir através do outro essa nova possibilidade de habilidade, o passo seguinte é experimentar, e depois praticar, praticar, praticar até que realmente se torne uma habilidade incorporada e não somente percebida.

Que habilidades reconhecer como incorporadas?

Que habilidades reconhecer como incorporadas?

Podemos reconhecer outros? Conhecer novas histórias de quem já conhecemos?

0