Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Em quantos projetos vc tem estado realmente engajado?

Não muitos, mas voltei a me engajar na Pulsar, na razão de ela existir, e de estar atendo a aprendizagem da forma, e do que emerge. É realmente incrível.

Mas venho dando foco a outros projetos também, ainda entendendo muitos movimentos, muitos encontros. Coloco foco nos projetos da comunidade Art of Hosting, onde gosto de dedicar meu tempo pois me divirto praticando e conhecendo novas pessoas.

A pergunta não me toca em quantos, quantidade ou demonstração de número de projetos, mas de me perceber se realmente estou me engajando, ou se estou só por estar. Faço a pergunta provocando a forma como nos engajamos e se estamos engajados no que estamos fazendo ultimamente.

Passei um tempo com engajamento baixo recentemente, um pouco pelo clima, pelo entorno, e por um distanciamento de valores, mas sentia no corpo a angustia de não estar engajado. Sentir-me parte, contribuindo ao máximo me mantem super, mega ultra potente por estar engajado.

É como se o sinal de engajamento fosse como um feedback ou termômetro se estou no caminho certo e alinhado com meus valores. Se me sinto engajado é sinal de que estou conectado, que o que estou fazendo faz sentido, e o movimento é frutifero.

Confesso que a pergunta…em quantos…me abriu a cabeça da quantidade de coisas que tenho aberto, e na realidade quantos efetivamente estou tocando.

Por isso me pergunto…

Quais outros sinais me ajudam a perceber o meu nível de entrega de fazer sentido no que faço?

Quais outros sinais me ajudam a perceber o meu nível de entrega de fazer sentido no que faço?

De onde vem o engajamento?