Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como faço para pedir o que preciso? Na hora que preciso?

Passo 1, estar consciente de que precisamos de apoio.

Passo 2, estar consciente de que conhecemos pessoas que querem e podem nos ajudar

Passo 3, estar consciente de que não sabemos o que sabemos

Passo 4, estar consciente...

Passo 5, estar consciente e ˜por que não?˜  mantermos nossa qualidade de presença.

Viver em colaboração? Fiz essa escolha e me identifiquei em viver dessa forma (muita embora não saiba definir que forma é essa), é um eterno aprendizado. Me permitir seguir meu propósito cuidando de mim primeiro para poder cuidar dos demais é uma forma de me manter presente e pedir o que preciso. Muitas vezes mentimos, ou nos distanciamos por não sermos sinceros com nossos corações ao assumir que somos dependentes um dos outros, que precisamos de espaço, atenção, trocas e aprendizagem.

Tento não sair da primeira pessoa, por as vezes refletir o que penso nos outros, mas tenho me colocado poucas vezes em posição vulnerável de pedir, de me deixar ajudar, de ser insuficiente. Muitas vezes estou cansado, e ao invés de descansar uns minutos, passo o resto do dia cansado, Por quê? Para quê? era só pedir um pequeno descanso, ou me permitir receber.

E assim volto ao passo 1, indo até o 5, me mantendo presente de quando entro no automático de me sentir auto-suficiente, pedir é tão fácil, só basta estarmos conscientes que nos é permitido pedir, a qualquer momento, a qualquer hora, até mesmo na hora que mais precisamos.

Cuidar de mim? Como?

Cuidar de mim? Como?

Quão difícil é pedir?