Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como liderar sem ser líder? (14/mai)

Só podemos liderar algo ou alguém, a partir de quando nos percebemos liderando a nós mesmos.

A Liderança mais efetiva é aquela percebida ao olhar interno, a liderança de si próprio, a tomada de consciência a cada decisão ou ação.

Não precisamos SER LIDERES, simplesmente estamos lideres em alguns momentos e em outros estamos liderados, dançando ao longo do dia nesse vai e vem do contato com outros em qualquer atividade de colaboração.

Estudei muito sobre liderança, consumi diversos livros, entendi que liderar era um serviço, um estar ao serviço dos demais. Ja percebi que liderança era traduzida em coordenar, ou conduzir ou até mesmo na pior das hipóteses manipular um grupo de pessoas na direção de um fim específico, seja ele qual for.

Trabalhando em organizações por mais de 10 anos, percebi que liderei, comandei, ou conduzi números grandes de pessoas, sempre com um objetivo ou fim específico. Essa forma de liderar, muitas vezes confundida com chefia, comando, posto, quase que uma hierarquia militar, me conduzia a briga de egos interna e externamente, trazendo para o longo do dia a dia a preocupação de como cada um esta pensando, se portando, comparando desempenhos, e inconscientemente centralizando decisões.

Todos estes aspectos não me significam mais lideranças, lideres não tomam decisões, eles compartilham decisões, distribuem autonomia, e vivem a partir da sua liderança. Se leio essa frase de novo, um pouco confusa em sentido, resgato que todos somos líderes, todos temos autonomia, todos fazemos escolhas, e todos lideramos ao menos uma pessoa, a nós mesmos.

Venho tentando traduzir essa liderança invisível nas organizações distribuídas, quando outorgamos autonomia, quando definimos um propósito comum, mas também alinhamos os propósitos individuais, e conseguimos conscientizar que não precisamos de chefes, ou alguém que nos diga o que fazer, e que somos capazes de liderarmos a nós mesmos, que somos responsáveis por nossas decisões e ações, a partir da consciência do coletivo.

Podemos liderar estando líderes, com consciencia e percepção de nós mesmos, sem a necessidade de sermos lideres por cargos outorgados. Comece a liderar de onde você esta, a partir de você mesmo, e os demais aos poucos vão reconhecer essa liderança.

Como nos percebermos mais responsáveis?

Consegues perceber a evolução dos que te cercam? Dos teus Aliados?

Quanto temos feito em conjunto? Como tem colaborado em sua vida?