Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

O que acontece no caos, quando se tem a percepção de falta e de que não tem pra todo mundo?

Ontem vi filas nos postos de combustível, realmente chegamos em uma cortina de escassez, provocada pela interrupção do fluxo dos transportes, mas pergunto, alguma vez já tinha se perguntado como seria o seu dia se não existisse mais combustível?

Param ônibus, caminhões, carros, caronas, motos, tele-pizza, para tudo, correto? Quem aqui não sabe que o combustível é finito e estamos indo ao encontro do seu esgotamento? Todos sabem, aprendi na escola tem 20 anos, e seguem mostrando todos os dias em todas as escolas e em todos estudos sobre o tema.

Mas ninguém pensa que vai faltar, ninguém olha pra essa escassez, por que pensamos que vai faltar com o outro, nunca conosco. Talvez estejamos tendo uma oportunidade única de perceber o quão dependente somos deste recurso natural, mas pergunto, somos dependente do combustível ou do transporte que ele proporciona? Não preciso responder, temos sol abundante e ja podíamos ter outras soluções distribuídas que nos permitissem outro olhar, salve salve, ainda temos também as bicicletas.

Faço a provocação e coloco em contexto pra tentar ver como a escassez é provocada, poucos são os donos do petróleo e as grandes corporações que operam com elas, estas organizações operam em um sistema de escassez induzida, onde a falta ea demanda gera oportunidade de lucro e aumento nos ganhos. Se tem pra todo mundo, porque alguém deve ganhar pra centralizar isso, essa cultura baseada no medo que nos orienta até hoje é dirigida por poucos que se beneficiam dessa escassez.

Ok, entrei de cabeça na critica ao sistema, mas vejamos a oportunidade que o caos pode nos trazer, no caos podemos encontrar ordem, vejam a organização que este movimento popular tomou, passei por mais de 30 barricadas na viajem do Paraná para o Rio grande do Sul na ultima quarta feira, todas elas sinalizadas, com pessoas orientando o transito e segurando os caminhões, rodei 750km e não vi nenhum caminhão andando, tenho que aplaudir a organização disso, afinal é uma missão dita muitas vezes impossível. Vou mais fundo, esse caos com ordem do movimento, também traz um caos com desordem, mas percebam nas filas dos postos, como o sistema de abastecimento do nada ficou agil, o que antes tardava 20 minutos agora acontece em 5, abastecer pagar e sair, que magica? (Claro tem uma filinha de 1 hora antes) Ainda no caos é possível encontrar ordem, os humanos se autorganizam pra encontrar novas soluções quando colocados em cheque ou em escassez.

Precisamos disso para sermos mais eficientes? precisamos duma parada dessas? Talvez sim, para podermos perceber o quão abundantes somos, e o quão escassez podemos ficar ao interromper o fluxo.

Podia ficar horas escrevendo, sobre o tema, acompanho a 5 anos o desenrolar da operação lava-jato que interrompeu o fluxo construtivo no Brasil, muito se falou dos prejuízos da corrupção, mas pouco se falou da perda de empregos, de obras paradas, dos pequenos empresários quebrando. A inrerrupção do fluxo dessa semana, vai acarretar no enterrar daqueles que ja estavam quase mortos que ainda tentavam sobreviver, uma semana sem produção numa empresa media ou pequena, é o resultado ou lucro de um quadrimestre, Sim, se não forem tomadas as medidas necessárias, por essa semana e mais uma, pode ter ido uma centena de empresas pro buraco e a escassez se espalhando ainda mais.

Escrevo em tom pesado do que penso, mas me faço o desafio, como aproveitar essa percepção de escassez extrema, para repensarmos novas forma de vivermos organizadamente como humanos que somos, ativando novos fluxos focados na evolução e na prosperidade?

Como ativar e acelerar fluxos econômicos circulares, com inovação através do caos?

Como ativar e acelerar fluxos econômicos circulares, com inovação através do caos?

Quando foi a ultima vez que percebeu-se recebendo uma boa ação de outro?

0