Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Qual a diferença entre facilitador e anfitrião?

Começamos pelo olhar, o anfitrião primeiro anfitria a si mesmo, pratica e esta puramente aberto a receber o que tiver que vim com o foco no caórdico do ser.

O facilitador é muitas vezes um condicionador nato, ele traz na bagagem uma intenção de resultado, uma dinâmica com exposições previstas, condicionamentos, jogos preparados para testar os participantes e proporcionar experiencias novas em ambiente controlado. Temos inúmeros tipos de facilitadores, os divertidos, os presentes, os habilidosos, os sérios, cada um com suas skills para determinados ambientes de pessoas. Porém o facilitador pode facilmente deixar-se carregar peloEgo de estar numa posição de poder, do poder de ja saber parte do que vai acontecer. Esta possibilidade de expansão e protagonismo do ego é o principal ponto de distanciamento do anfitrião.

Já o Anfitrião, esta igual, no mesmo nível, está em equilíbrio em si junto aos seus convidados. Ao anfitriar, ele esta concomitantemente anfitriando a si e aos demais, experimentando junto o aprendizado de deixar vir o que tiver que vir. Soltar e deixar emergir as novidades do campo, as interações que acontecem mantendo vibrante a intenção positiva do PARA QUE ele esta ali, que é de ter uma conversa que importa respondendo a uma pergunta inspiradora.

Me percebi ontem nesse olhar transitando entre os dois mundos, ao facilitar um jogo que já conhecia a experiencia, e talvez por isso tenha me sentido em descompasso, em desequilíbrio de me perceber não anfitriando, sentindo no corpo esse aprendizado que me permite corrigir a rota como um navio que desvia de um iceberg, corrigindo o rumo em direção a abençoada e divertida tarefa de ser ANFITRIÃO.

Como criar espaços caórdicos?

Como criar ambientes caórdicos?

Como ME SINTO quando recebemos meus convidados?

0