Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

O que precisa acontecer para que se sinta a necessidade de uma nova conversa sobre um novo jeito de viver?

O que precisa? Quantos sintomas mais? Quantos sinais? 

Tenho aprendido que conversas abrem o campo de possibilidades, conversas bem ancoradas trazem novos olhares, novas perspectivas. A conversa une, habilita o surgimento de novas ideias, de novas soluções.

Ok, dizem que a sociedade esta cansada de conversa, será mesmo que é conversado? Será mesmo que conversamos para mudar ou simplesmente estamos reclamando?

Olho, observo, analiso, sinto que ou mudamos nossa forma de nos organizarmos, nossa forma de nos relacionarmos com este mundo e com os demais, ou os sintomas podem ficar mais críticos.

Como lidamos com as incoerências?

Como lidamos com as incoerências? (23/jun)

Que organizações queremos para o futuro?

0