Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como lidamos com as incoerências? (23/jun)

Incoerências, o que são? Como eu as interpreto?

Talvez me toque de forma mais simples, é falar algo e fazer diferente. É justificar algo com uma lente ou perspectiva, e em um momento seguinte em contexto distinto, a oportunidade de praticar algo que já foi falado se vai ao executar algo diferente. Quando existe uma expectativa a respeito de algo em função de uma fala anterior e a ação  ocorre de forma diferente.

Talvez a incoerência de outro revele em mim frustração, mas e as minhas incoerências comigo mesmo, como lido com elas? Sim, como reajo ou percebo?

Sou incoerente quando faço comigo, algo que falei que não faria. Sou incoerente quando não me cuido, sou incoerente quando cobro pontualidade e me atraso, sou incoerente quando cobro feedback e não dou retorno, afinal não sou perfeito, e aceitando minha incoerência que percebo que ela é uma característica humana, somos incoerentes de acordo com o contexto, de acordo com o resultado ou beneficio.

Ainda somo a incoerência que ela também ocorre na transição, acredito, falo e permeio o ganha x ganha, porém ainda escolho jogar o ganha x perde em alguns momentos pelo contexto ou por ser caminho aceitável. Desta forma meço beneficio e adoto incoerências inconscientemente no dia a dia muitas vezes sem perceber.

Paro, penso, e noto que perceber incoerências, ou criar tempo de pensamento de percebe-las é mais um termômetro ou sensor de comportamento, para me vulnerabilizar, ajustar e em coerência seguir vivendo em amorosidade comigo mesmo.

Como a vulnerabilidade permite criar ações de correção de curso?

Como a vulnerabilidade permite criar ações de correção de curso?

O que precisa acontecer para que se sinta a necessidade de uma nova conversa sobre um novo jeito de viver?