Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como compartilhas o que já construístes?

A pergunta me toca num primeiro ponto de olhar para compartilhar, e colocar a disposição no fluxo, e num segundo momento se compartilho comigo mesmo o que já construí?

Venho vivendo uma enormidade de experiências, aprendizados e tomadas de consciência, talvez num volume assustador que eu não consiga mais registrar, guardar ou lembrar. São frases ditas, conexões realizadas, ações frente a um desafio, conversas importante e uma enormidade de situações de aprendizagem que poderiam estar documentadas e abertas.

Na última sexta conversei com um amigo, Fabio Carvalho, craque ou especialista em documentar aprendizados e práticas, na nossa conversa percebi que meus textos diários aqui eram um bom canal para compartilhar o que venho construindo ou aprendendo, porém um canal ainda escasso e contraditoriamente abundante, já que em cada um o texto toca diferente.

Ao olhar para este canal de compartilhar, que já esta rodando a 60 dias, me sinto bem, me sinto leve, me sinto enviando mensagens para o Rafa do futuro, que talvez daqui 5, 10 ou 50 anos releia estes textos novamente e tire novas perspectivas. 

Ao mesmo tempo me sinto mais um contribuindo para o mar de publicações, textos, videos, conteúdos que temos disponíveis no maravilhoso SUMARIO google, esta lá acessível, sem custos, toda informação de que necessitamos, relatos, videos o como fazer.

Nesta enxurrada de disponibilidades de conteúdo, em meio a inúmeras e infinitas informações, me questiono o quão fácil acessamos, e se nos damos conta do que já construímos coletivamente. Sinto que existem infinitos livros distribuindo conhecimento, pessoas compartilhando suas práticas, e encontros e conversas por todos os lados compartilhando sabedoria.

Estar consciente do já construído, deixar mensagens e sabedorias para o eu do futuro, compartilhar e deixar acessível a tudo e a todos, quem sabe o que vem por ai...

Que mensagens deixaria para o você de daqui a 20 anos?

Que mensagens deixaria para o você de daqui a 20 anos?

Como conectar mais recursos e utilizar-se do que já foi feito e do que já esta pronto?

0