Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Só precisamos de confiança...espaços de confiança. Como criar espaços caórdicos?

Venho com esta pergunta na mente tem um tempo...me fiz ela no dia 3 de junho abertamente, e troquei ambientes por espaços...que espaços?

Espaços, momentos, instantes, aberturas, conversas, locais, modelos, organizações e por que não comunidades caórdicas, tudo isso cabem dentro de ESPAÇOS CAÓRDICOS...

O Equilíbrio entre CAOS e ORDEM, espaço eureca, espaço criativo, espaço de confiança, espaço de respeito ao outro, espaço anfitrião. Falar sobre o caórdico e como reconhece-lo me fascina por ser um lugar no espaço tempo, onde tudo se torna possível, onde o campo de possibilidades é infinito, e a inteligência coletiva está pulsante.

Não me recordo a primeira vez que fui apresentado ao caórdico (o corretor insiste em escrever caótico, ainda não aprendeu), acredito que tenha sido no estaleiro liberdade, em 2014. Mais profundamente no Art of Hosting de Buenos Aires em 2015, e tantas outras vezes depois...Parece que cada vez que abstraio o caórdico em uma experiência, é como se estivesse lá pela primeira vez. Para alguns ele vem do caos em direção a ordem, para outros da ordem em direção ao caos, e ambos estão corretos ao mesmo tempo o tempo todo.

Que viajem...alguns devem estar pensando...conto uma história e começo como algumas histórias...

IMAGINEM um lugar preparado, com alguns princípios básicos conectados a empatia, respeito e confiança, como ouvir com atenção e falar com intenção, conceitos básicos de que o silêncio faz parte da conversa, alguns cuidados de se ter um propósito definido no coletivo, essas pequenas ordens se misturam, ao caótico de que tudo é bem vindo, qualquer coisa, não precisa estar conectado, talvez respeitar o outro e confiar no que vier, o caminho da conversa pode mudar a qualquer momento e não se sabe exatamente onde se quer chegar, simplesmente se chega. Talvez o problema não exista, ou a solução não exista, mas em algum momento ambos se encontram, solução e problema, vindos apenas da soma abençoada das experiências das pessoas que estão neste instante conectadas neste espaço...CAÓRDICO.

Posso estar sozinho no espaço caórdico? Creio que sim, este espaço de escrita, para mim neste momento se torna o meu espaço caórdico, onde sigo a ordem das perguntas, e textos com inicio meio e fim, deixando vir o que tiver que vir no meio deles, com alguns tantos erros, e outros tantos insights que me alucinam e ao mesmo tempo me apaixonam a continuar escrevendo o que penso neste exato instante.

Criar espaços caórdicos para si mesmo?

 

Criar espaços caórdicos para si mesmo?

Como instruir e mostrar a liderança interna que temos em nós mesmos?