Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como esvaziar os pensamentos?

E será que existe a possibilidade de esvaziar?...me pego sempre com algum pensamento, seja o que for, e normalmente vários ao mesmo tempo. Não sei se sou só eu, mas imagino que isso seja super normal, pensamentos acelerados, excesso de pensamentos, dos bons, dos ruins e principalmente muitos pensamentos desnecessários.

Tive a grata experiencia de conhecer brevemente uma metodologia chamada "Thinking Environment" através do amigo Steffen Münzner em abril desse ano. Estes ambientes de pensamentos, ou a criação deste espaço super bem cuidado, permite os tempos de pensamentos, conversas ou escutas, onde colocamos nos pensamentos instantaneamente pra fora...(foi um pouco da minha experiência).

Existe todo um cuidado, preparo, passos, pontos de atenção e também uma habilidade de pratica e mais praticas, para facilitar o Thinking Environment, pratiquei por duas vezes sessões de 1 hora, uma como Steffen e outra com a Helo Biscaia

Nas duas oportunidades ambos, me escutaram com uma atenção plena irreparável, me conduzindo com perguntas incisivas, a continuar colocando ou falando meus pensamentos ao vento, horas com sentido, horas com sentido, mas simplesmente descrevendo verbalmente o que eu estava pensando naquele momento. Foi libertador, e relaxante como receber uma massagem. As sensações em mim era de literalmente esvaziar meus pensamentos, colocamos para fora, em ambas as oportunidades não gravei o que falei (o que poderia ser possível). Lembro que veio de tudo um pouco, coisas que até eu mesmo não lembrava que as vezes pensava. 

Obvio que não vieram todos meus pensamentos, mas sim os principais pensamentos naquele momento, em tempo presente que estavam em mim. Sinto hoje que preciso me permitir mais espaços de pensamento, me dar tempos de pensamento para aliviar a quantia de coisas que passam pela minha cabeça. 

O resultado individual de esvaziar pensamentos foi ótimo, mas as conversas que se seguiram após a metodologia foram mais incríveis ainda, já que nos permitimos atenção e empatia plena, a partir da surgem outros caminhos, outras possibilidades, conexões mais profundas entre que fala e quem escuta e vice-versa, sinto que mantermos estes espaços de pensamentos em outros locais, e mesclar alguns conceitos, com outros como do espaço caórdico podem nos trazer grandes evoluções de ambientes produtivos para pensar e fazer.

O que acontece quando falamos não baseados na culpa ou razão?

O que acontece quando falamos não baseados na culpa ou razão?

Criar espaços caórdicos para si mesmo?