Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Aceitar o que não posso mudar? Ou estrategicamente lutar pela mudança? (17/jul)

Equilibrio? Equilibrar-se nesse paradigma de aceitação e ao mesmo tempo de luta...como?

Tenho dificuldade de aceitar o que é, da forma que é, me causam bloqueios esta falta de aceitação, é como se eu me sentisse um rebelde com regras existentes. Vejo que poderia funcionar melhor, acredito e fico brigando pela razão de que existe outro caminho. 

Dizem que o tempo muda as coisas, e tudo ao seu tempo, porém também acredito que o tempo responde as ações que plantamos, já planejei muito no tempo, pensei muito na frente, mas acredito que fazer algo, mesmo que pequeno é sempre melhor do que não fazer nada.

Ficar parado esperando o tempo, ou acompanhar visualmente o planejamento, esperando que as coisas aconteçam sem fazer correções de rumo, é o mesmo que expectar, nos tornarmos meros expectadores alheios a mudança.

Me vem em mente a palavra conivência..."Ser Conivente". Se vejo algo que JULGO inadequado ou não correto e não faço nada estou sendo conivente. Ao escrever penso também que ser conivente ou não, parte de um JULGAMENTO, já que outro pode interpretar a mesma situação como normal, irrelevante ou simplesmente habitual.

Talvez a aceitação não seja da situação, e sim aceitação do outro, e a luta não seja com o outro e sim com a causa. Isso me permite responder a pergunta neste momento de forma mais simples.

"Aceitar o outro sem julgamentos nas situações que não posso mudar, agindo de forma integra, não conivente, lutando pelas causas que acredito, pelas mudanças que são necessárias, mesmo que isso demande mais tempo do que o inicialmente previsto"

O que é estratégico pra ti?

 

O que é estratégico pra ti?

Que partes de mim deixo de lado, ou esqueço de manter presente?

0