Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Quais feedbacks me presenteio diariamente? (25/jul)

O quanto escuto ou percebo os feedbacks diários? Me pergunto em forma de presente, por que estar atento, presente e perspetivo a eles já é um presente.

Imagine um avião, no painel tem uma série de sensores, que avisam o que vai bem, o que vai mal apoiando a melhor condução possível. Também temos alguns dispositivos internos conosco que nos avisam o que vai bem ou mal, e ainda podemos construir ou criar percepções para outros sinais.

Olho pra pergunta hoje e me recordo dos feedbacks que percebi nos últimos dois dias, o primeiro minha filha contando as paginas do livro que estava lendo, me trouxe a percepção de que realmente ela tinha se desafiado a ler todo livro. Ainda na linha dessa experiencia positiva de 10 dias com a Carol, todos os dias antes de dormir, agradecíamos juntos as situações positivas que tínhamos vivido durante o dia, e em algumas trazendo percepção do que havíamos aprendido.

Incrivelmente em algumas frases dela, eu conseguia captar o que eu podia melhorar para o dia seguinte, ou de que forma podíamos experimentar outras coisas na percepção dela. Tenho pouco contato com ela, mas realmente para mim foram dias de feedbacks magico pros dois lados. Aprendi que quando ela começava a questionar ou resmungar com algo, era por que o sono estava batendo a porta, e ai me pergunto que outros feedbacks de mim mesmo me percebo.

Acabo de sair do primeiro dia de assistência do Seminário Insight II, participei em 2016 em Madrid pela primeira vez. Ao perceber o processo de outros, vários feedbacks internos dispararam em mim, das escolhas que ando fazendo, como por exemplo, me doíam os calcanhares, motivados pelo meu excesso de peso. 

Comi em demasia e rapido, desconectado de o porque eu estava comendo, mas ao final um feedback de não bem estar por comer demais mais uma vez. E se começo a estar mais perspectivo ao longo do dia, quando me irrito, quando me sinto incomodado, quando saio da minha zona de conforto, quando ergo o tom de voz, quando fico distraído ou quando cometo algum erro bobo que não cometeria em outros momentos.

Entro nessa sequencia, me perceber olhando pro sinais, escutando alguns feedbacks e ignorando outros, talvez escutando mais os feedbacks que se referem ao cuidado com o outro, e menos os que se referem ao cuidado comigo próprio. Estar no insight me remeteu a voltar a me presentear com feedbacks para o meu bem estar, apara o cuidar próprio. Sinais que me remetam a escolher continuar vivendo atento aos sinais.

Que tipos de bloqueio proporciono a mim mesmo por excesso de pensamentos?

Que tipos de bloqueio proporciono a mim mesmo por excesso de pensamentos?

Quantas coisas novas me percebo aprendendo a cada dia? 

0