Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como resgatar o melhor de cada um?

Todos nós indivíduos temos características especiais, os mais da mente, os mais do coração e os mais da ação. Somos times o tempo todo, e venho descobrindo que sozinho, não rola.

Trabalhar sozinho é a impossibilidade da evolução, é um combustível absurdo ao ego, e revela nossos dragões em algum momento. Liderei por muito tempo sozinho das posições que estive em organizações. E como é bom poder nesse momento liderar ações em trios. É como se sempre houvesse um outro caminho, um outro seguimento, um outro desvio a ser seguido, novas escolhas.

Em trios resgatamos o melhor de cada um por que não precisamos ser perfeitos. Não precisamos estar dotados de todas as habilidades podemos mesclar nossas fortalezas, com nossas habilidades junto aos nossos 2 pares. Sim é mais forte, sim é mais resolutivo, sim de alguma forma sacamos o nosso melhor.

Quando temos ainda somada a capacidade de nos reconhecermos como trios e nossas habilidades. Extraímos um elixir de tudo de bom que cada um de nós fez. Turbinamos o que melhor de aconteceu trazendo luz e verbo, dando visibilidade.

Se nos reconhecemos e nos aceitamos, nos permitimos conflitar, divergir e convergir e criar ações fantásticas e imperfeitas, já que nada é perfeito, e nós jamais seremos, estaremos sempre em evolução em coletivo para extrair o melhor de cada um.

O que acontece quando nossa família se junta?

O que acontece quando nossa família se junta?

Como me sinto quando não consigo oferecer a ajuda necessária ao outro? (23/jan)