Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

O que significa o nascimento?

O que significa o nascimento?

O inicio de um ciclo e o fim de outro?

Um fractal de uma passagem…

O momento único onde tudo que se chama vida se inicia? Ou não?

O encontro face a face com alguém novo e esperado por um longo tempo.

Todas as alternativas anteriores.

Existe o antes e o depois de um filho, para o meu pai, para mim, e para o meu próprio filho. O nascimento é um momento de real significado, onde células se prepararam sistemicamente por muito tempo, alimentadas em um ambiente seguro, o útero, cuidado por alguém carregado de amor, uma mãe, muitas vezes com apoio de um pai, ou não.

Ressignifico o nascimento mais uma vez. Quando a Caroline veio ao mundo minha vida mudou, e eu não tinha a dimensão do quanto, ainda não me sentia preparado, não passei pelo período de 9 meses que antecedem o parto, fui informado e fiquei sabendo poucas semanas antes, tendo muito pouco tempo para me preparar, e tudo bem, a vida quiz que eu experimentasse o nascimento de diversas formas.

Dizem que os melhores aviões são aqueles que são feitos voando. Assim vivi o nascimento da Caroline, sem a pré-ocupação, sem o preparo, mas com uma entrega de viver o momento, estando próximo sempre que possível, no tempo certo e no tempo que tinha que ser entregando amor.

Veio o Benjamin, e um novo nascimento, um novo portal, um novo marco, um novo muitas coisas por primeira vez. A intenção de registrar os minutos e o segundos do nascimento para fazer leituras do que o universo estava contando com a sua chegada, uma leitura do que acontecia nos astros quando o Benjamin chegou.

Me pego olhando para dados e fatos, para situações, para o filmar, as rede sociais, para o tamanho da energia que se move em família e entre amigos quando alguém nasce, e tudo que escrevi acima se resume ao sentir, ao amar, e as conexões emocionais que conectamos quando nasce alguém.

Não tenho como explicar em palavras o que significa o nascimento deste filho, o filho homem, meu primeiro filho homem, o parto que acompanhei, e a gravidez que gestamos juntos eu e a Su. É novo, repleto de significados, a expectativa do gêmeo que se fez metaforicamente de outra forma através da Simplify, e tantos outros significados de alguém que vem ao mundo com o nariz igual ao meu.

O nascimento significa pra mim o factral, o encontro de células que se multiplicam, ciclos que se conectam, torus que se abrem e se fecham no espaço tempo, onde uma nova percepção de Kairós emerge, no tempo de benjamins, no tempo dos nascidos em 26/01/2019 com suas percepções, inovações de mundo, do mundo dele que começa agora aqui fora, que já viu o verde, que já tomou sol, que vai conhecendo muitas coisas por primeira vez a partir de hoje e pelos próximos 100 anos.

Bem vindo a vida aqui fora, conectado ao que viestes fazer nesse mundo, que nem eu e tu sabemos ainda, e que só poderemos experimentar juntos, nos caminhos e escolhas que tomaremos daqui pra frente.

Bem vindo Benjamin Etcheverry Urquhart, irmão da Caroline Prestes Urquhart, filho de Suélen Etcheverry e Rafael Rosado Urquhart, nascido as 16 horas, 11 minutos e 32 segundos do dia 26 de janeiro de 2019.

E se um ano atras, eu tivesse escrito algo que eu só pudesse entender agora?

E se um ano atras, eu tivesse escrito algo que eu só pudesse entender agora?

O que acontece quando nossa família se junta?

0