Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como explicar e dar sentido ao intangível? (08/mar)

Aprendi que aquilo que não pode ser medido, não pode ser entendido ou percebido. Será?

Brigo com essa lógica que temos que medir e dar visibilidade a tudo. Tem percepções que não podem ser medidas ou entendidas de uma forma linear. Como contar para alguém a experiência de saltar de paraquedas, posso trazer detalhes, mostrar um video, exibir minha cara de pavor, mas as sensações gravadas na minha memória são únicas, minhas e intangíveis literalmente, são valores e memórias que estão só comigo por que vivi a experiência. Outra pessoa pode saltar, podemos trocar percepções em comum, mas ainda assim o intangível das duas experiências não pode ser comparado, ou entrar em competição de qual foi a melhor experiência, simplesmente as duas existiram e foram espetaculares para quem as viveu.

O intangível, além de não ser medido, não pode ser comparado. Sim não existe competição no intangível, ele simplesmente é o que é na percepção de cada um. Vamos a um exemplo.

Você prepara um jantar nos mínimos detalhes, cheio de cuidado, musica, ambiente, ingredientes, tudinho. A pessoa convidada chega, e percebe somente parte do preparo, da valor ao aroma do lugar, e não percebe a musica especial, ou a trabalheira que deu pra fazer uma playlist para o momento. É um tiro no escuro, poderiam ter mil percepções da mesma experiência, e talvez para quela pessoa o nome dela no guardanapo escrito correto com as consoantes no meio das consoantes, seja o êxtase da experiência intangível.

Pense na sua família, prepare algo especial, e segure a frustração quando o que você preparou não foi percebido, e algo que você não pensou, aconteceu e foi justamente o que foi percebido? INTANGÍVEL NEGATIVO, sim o intangível também gera desconfortos que não podem ser medidos. Perdão pelo uso da família, mas a família já nos conhece tanto, que surpreender fica num nível mais exigente ainda de gerar resultados intangíveis.

Faço essa reflexão pelo que venho vivendo na SIMPLIFY, muitos ainda só conseguem perceber o TANGÍVEL do espaço existente, porém a entrega de valor que a S! VEM FAZENDO é muito mais sobre o intangível, elenco algumas possibilidades, pois como é intangível não posso medir.

  • Conexão improvável de pessoas

  • Aprendizados pela experiencia e vivência e não pelo entendimento de conteúdo

  • Recursos mais próximos em projetos

  • Confiança em si de que é possível fazer

  • Acesso a uma abundância de conhecimento numa troca confortável a tua situação financeira

  • Se sentir parte de algo

  • Uma turma pra encontrar nos domingos de solidão

  • Encontrar alguém disponível pra te escutar

  • Ocupar o tempo com conversas legais

  • Filosofar sobre o humano e seus comportamentos

  • Se experimentar pintar um rodapé

  • Ver seu quadro virar destaque

  • Ver seu filho ter um espaço pra te acompanhar enquanto você aprende.

Essa lista começa a se tornar infinita, o intangível é infinito, depende do quão presente estamos para percebe-lo. É possível dar sentido, talvez sim, explicar para entender, talvez não. Sinto, reflito e aprendo que o intangível só pode ser vivido individualmente por cada um. E mesmo que seja um intangível intencional, casa um vai interpretá-lo a partir da sua história e preparo para poder perceber no seu nível de valor. SIMPLES ASSIM, cada um da valor e percebe o intangível que te cerca.

Como integrar movimentos, esforços e conexões?

Como integrar movimentos, esforços e conexões? (09/mar)

O que acontece quando conectamos corpo e coração?

0