Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

O que ocorre quando desenvolvemos um centro distribuido de distribuição de recursos?

Sim já vivi uma experiência assim chamada Prospera. E recentemente em contato com uma evolução sistêmica da mesma comecei a me questionar sobre outras possibilidades maiores ainda e em que sistemas posso observar esse fenômeno.

Na prospera tínhamos uma poupança coletiva, que era alimentada por todos, e esta automaticamente distribuia os resultados, sem ter ninguém no centro decidindo a forma de fazer isso. Só que ela distribuia os resultados e também os recursos, já que tudo que era pensado, descoberto, escrito ou transformado em objetos era acessível a todos.

O distribuir se remete a lucro, resultado, mas também falo sobre distribuir recursos, oportunidades, conexões, espaço e valor tangível e intangível.

A simplify faz algo neste sentido hoje, de alguma forma vários alimentam um centro, que provê uma entrega de valor a todos. Clubes fazem assim, e uma série de outras entidades também. A diferença é que na simplify não temos direção, não temos centro, temos iniciadores que temporariamente ocupam o centro, mas já em movimento de deixa-lo e distribuí-lo com outros 30 indivíduos. Sim temos uma poupança coletiva que opera descentralizada na mão de 3 pessoas neste momento, e irá migrar para um sistema maior na mão de mais pessoas.

Acontece que quando todos fazemos pelo todo, e de alguma forma o todo nos retorna valor (de varias formas e planos possíveis) algo acontece, magicamente conexões novas emergem, possibilidades aumentam, conhecimentos novos chegam das mais variadas formas, e se estamos sensíveis a perceber o universo de recursos que se aproximam de nós, percebemos o quanto podemos ir diretamente a outra pessoa.

Fiz um pedido as 5 da manhã, minha rede respondeu com 4 ligações de contato a uma pessoa que gostaria de conhecer e trocar percepções, antes das 9 da manhã estávamos conectados, isso num domingo. Oi? Sim isso aconteceu. Por que aconteceu? Talvez o por que eu não saiba. Mas posso contar uma história curtinha, venho a 2 meses fazendo e entregando muito para um centro que não para de crescer, um centro coletivo chamado Simplify, de alguma forma estar neste movimento tem me conectado a mais e a mais pessoas, e como é publico o que venho fazendo, quando peço um recurso, um recurso simples, sou atendido em poucas horas.

Pode ter sido tudo coincidência, ou não, nunca vou saber, só sei que me senti abundante, por poder acessar quem eu precisava na hora que precisava.

Como nos deixarmos sermos surpreendidos pelo caos?

Como nos deixarmos sermos surpreendidos pelo caos?

Como integrar movimentos, esforços e conexões? (09/mar)