Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como reagir quando mudam todos os parâmetros de algo planejado?

Paralisia, apatia ou entusiasmo.

Se tudo muda, é sinal que existe um recomeço. Mudança de parâmetros significam que estávamos jogando o jogo errado, ou percebendo o jogo através de conceitos já ultrapassados.

Trabalhei com planejamento por muito tempo, planejamentos intermináveis com alguns MB de dados, planilhas extensas, linhas de dados infinitas, números de toda a ordem. As premissas ou parâmetros percorriam paginas, dando um contexto de bordo ao plano, ao estudo, ao que se quer e como se quer chegar.

No inicio da minha carreira no meu TCC de graduação, escrevi sobre o impacto da falta de planejamento nas organizações, tive a oportunidade de fazer um estudo numa projetista, numa construtora, numa contratante de reforma em um hospital e numa industria. O não planejar deixava rastros de desperdício absurdo.

Foquei por anos no planejamento efetivo, detalhado, até me dar por conta que não dava tempo, que o custo que eu precisaria ter no montar o plano era muito alto pro impacto que ele tinha, já que quando eu terminava um plano, o contexto já tinha se alterado e precisava revisitar uma nova versão. Passei anos nessa busca de fazer o plano se encaixar com a realidade, e a realidade se encaixar no plano. Sempre existiu uma grande diferença, e ela era sobre tempo, o hoje não era a mesma coisa daqui a 15 dias.

Encontrar padrões, definir e perceber novos parâmetros, adicionar camadas de regas e cenários ao limite da possibilidade humana de criar, e ainda assim era insuficiente.

Saindo do foco de obras, ao planejar minha carreira, de forma humilde acontecia a mesma coisa, fazia planos naturais para 5 anos que aconteciam em 2, as situações se apresentavam antes, pelo esforço do trabalho sim, mas também por que eu não podia estar prevendo as oportunidades que iriam surgir, não dependia só de mim, dependia de muitos outros acontecimentos.

Esses muitos outros acontecimentos são os parâmetros, que mudam a todo instante. Estamos conectados de forma sistêmica onde tudo impacta, uma mudança politica tem impactos absurdos. Quando mais alto o nível ou a peculiaridade do planejar, mais sensível se fica as mudanças externas.

Assim de uns 5 anos pra cá deixei de planejar minha carreira, coloquei focos, desejos, quereres, mas aceitando o que aparecia em analise, e a cada inflexão uma nova decisão.

Funcionou? Não sei, depende da perspectiva, sei que aprendi muito, mas muito mesmo. Muito mais do que eu poderia imaginar se tivesse planejado algo.

Voltando para o quesito projetos, entendi que gastar no planejar me gerava menos resultados que gastar no controlar, muito embora o controlar não me permitisse novas possibilidades. Então também passei a controlar menos, e sim trazer ordem, a ordem é cada um controla a sua maneira no seu ponto de observação, só que sob uma mesma base de dados uniformes que possam se comunicar.

Assim distribui o controle pra ponta, pra o que cada um vive, em uma organização. Infelizmente não fui compreendido, e não consegui medir os reflexos disso, e como tudo e o todo, os parâmetros mudaram outra vez.

Dizem que quando tempos filhos precisamos planejar, sim, sinto nesse momento uma necessidade enorme de planejar, só que agora está ainda mais difícil num cenário em que os parâmetros mudam bruscamente todos os dias. Novas oportunidades emergem todos os dias.

E como reagir? Tento simplificar minha perspectiva a pergunta, reagir com entusiasmo sim, com persistência e com muita observação se realmente os parâmetros mudaram ou nós mudamos? Sim por que talvez a mudança maior neste mundo acelerado não esteja no mundo, esteja em nós, na velocidade que vamos mudando e nos adaptando, esse é o meu desafio, não desistir.

Te percebes mudado pelos projetos que executas?

Te percebes mudado pelos projetos que executas?

O que identifico na minha zona de extremo conforto hoje?