Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como projetar o melhor de mim no mundo?

Quem define o melhor de mim além de mim?

Fiquei pensativo com essas duas perguntas, a maioria das vezes o meu melhor não atende a necessidade do outro, a forma, o jeito, o contexto se alteram com muita facilidade, e as vezes por um erro ou falha, minha projeção não é a melhor possível.

Ta mas o que é esse projetar de si? É comportamento, atitude, ação, disponibilidade, marketing ou história? Projeção vem de lançar, emitir ou mostrar. O que mostro de mim pro mundo. Poderia aqui ficar pensando na minha comunicação, nas minhas mídias, a forma como sou visto. Existem planos, metodologias, esquemas e estratégias para comunicar o nosso melhor no mundo através de marketing.

Essa semana me peguei pensando o quão trabalhoso é, comunicar o que faço, ou o que pretendo fazer. É mais fácil eu estar empregado ou trabalhando pra alguém, pois ai não é preciso eu me vender. Nesse olhar de empreender a mim mesmo, sendo eu o meu próprio produto, fiquei preso numa série de TENS QUE, da sociedade moderna, tens que publicar no insta com frequência, teu linkedin tem que estar melhor comunicado, tens que estar frequentemente postando o que fazes e medindo o que fazes pra existir nesse meio.

Será?

E seu eu achar uma forma de ser eu mesmo, chulo ou tosca, como alguém que vem da fronteira, e que por si só eu já me comunique ou projete. Foi uma semana dura nas percepções que gero no mundo a partir das minhas interações, me comporto como penso, mas varias vezes me ajusto ao que o sistema espera de mim. Ao me ajustar, começam a transparecer incoerências, inconscientes mas verdadeiras. Nessa transição de cultura e sistemas, falo muitas vezes uma coisa e pratico outra, não por mal, as vezes sem me dar conta mesmo.

A busca por essa coerência plena me parece quase que impossível, até mesmo os super coerentes padres da igreja católica cometeram seus erros e incoerências torpes. Quem é 100% coerente, coerente pra quem? Boa, se me sinto coerente comigo, se minhas escolhas estão alinhadas com o que acho bom pra mim, de alguma forma isso projeta o meu melhor pro mundo.

Me cuidar, dedicar tempo a minha saude, aprendizado e evolução, farão por consequência que eu me cuidando possa estar cuidando do outro e então consequentemente propondo a melhor versão de mim no mundo.

Por fim, a projeção normalmente é de algo estático, ou do que já aconteceu, temos a projeção ao vivo que carrega o que foi preparado, montado antes, e não é tão ao vivo assim. Me perco nessa linha, mas fico com o quando como pergunta, em qual tempo presente ou futuro, onde esta o reflexo ou significado?

Quando projeto o melhor de mim no mundo?

Quando projeto o melhor de mim no mundo? (11/abr)

Para que nos multiplicamos em tantos? (09/abr)