Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

O que acontece quando uma ação resolve necessidade de várias frentes?

Uma certa vez, o Oswaldo Oliveira e eu, ao tratarmos pelo whats fomos direto pra uma chamada de zoom, pra entender o que tava rolando e conversar, magicamente se dissolveu mas nunca mais esqueci de um conselho que ele me deu…

Não existem vários Rafas, nem várias frentes, é um Rafa só sendo ele mesmo o tempo todo, como integrar todos os movimentos em um só? Aquilo ficou em mim um tempo, parei de quebrar meu dia em operações distintas, ia escolhendo as coisas conforme iam se apresentando, ao longo da jornada hora tava operando um projeto hora outro.

Como eu digo varias vezes, o Oswaldo tava a frente do nosso tempo, essa noite consegui entender o que ele dizia, com um movimento.

Tinha 3 coisas ou ações me perturbando em níveis de Rafas diferentes, um TCC por entregar na PUC da Pós de Gestão Empreendedorismo e Marketing, mais atenção para a S! e como multiplicar cultura, e como colocar um projeto no ar que ta parado em intenção a mais de 1 ano, ou mais, de Estaleiro Liberdade se tornou Ponto Cego.

Então magicamente, decidi juntar tudo no Ponto Cego, a forma de cuidar mais da Simplify, o tema para escrever o TCC, a forma de criar Receita, também a forma de continuar fazendo atividades de compartilhar social de conhecimento, e por que não, continuar dando oportunidade a outros para experimentar o que tive o privilegio de experimentar, inovando, evoluindo e criando novas coisas.

Magicamente, tudo ficou num lugar só, atendendo todas essas frentes com um único movimento, o movimento do Rafa, que escreve também pro Ponto Cego, e pra Simplify ao mesmo tempo, e pra ele mesmo também. É um integrar de movimentos que multiplicam valor, não achava que era possível mas é.

Para que nos multiplicamos em tantos?

Para que nos multiplicamos em tantos? (09/abr)

E se a estratégia fosse apenas uma nutrição do campo de intenções?