Viver em colaboração amando-me.

Sou um homem forte, confiante, comprometido e livre. Vivendo o presente, compartilhando amor, sabedoria e alegria.

Apaixonado por colaboração, acredito que a abundância de recursos está diretamente associada a conexão das pessoas com propósito comum.

Como reagir quando o teu inconsciente te convida a olhar mais além?

Vem de um pressentimento, como se eu precisasse olhar mais além do que estou vendo…

Não sei explicar esse sentimento de incompletude, é como se faltasse uma peça no quebra cabeças, alguma coisa não está encaixada para poder seguir, busco, olho, investigo e ainda não encontro o que é.

Estou interpretando como um convite, um ir mais profundo em mim mesmo, no olhar de o que não estou vendo? O que está a minha frente que não estou conseguindo enxergar?

Coloquei a conta na carteira do inconsciente, do que eu não sei que sei. Neste campo de saberes que estão guardados em mim em algum lugar, mas são de difícil acesso, é o mesmo lugar onde vícios, distrações e medos tem suas origens também.

Sobre o como reagir? Creio que sigo pela confiança de que sim, existem formas de aceitar o convite e olhar mais fundo, seja meditando, seja com perguntas e reflexões, seja observando o que acontece a minha volta pra captar novos aprendizados conscientes. Algo esta por emergir, algo novo, um aprendizado, um movimento, algo mais além do que posso ver neste instante.

Continuo no hoje, no próximo passo, e na presença do perceber.

Por que negamos a simplicidade buscando complexidade nas coisas?

Por que negamos a simplicidade buscando complexidade nas coisas?

Qual a dificuldade de vivermos um dia por vez?

0