top of page
  • Foto do escritorRafael Urquhart

Como acordar e entender que tudo se resume a relações? (1/fev)

Relacionar-se com o outro.

A frase acima em tom afirmativo, deve gerar espantos para muitos, e provavelmente a exclamação…Uff é difícil? É complexo? Tem muitos se nãos, do tipo o geniozinho do fulano é terrível…

Ja escrevi algumas vezes que no fundo no fundo, todos problemas que temos são dores e desafios de relações humanas. Claro que saúde e a falta dela também são problemas sérios, e até mesmo ai a relação com nós mesmos, que também é humana, emerge como algo que pode simplificar tratamentos e cuidados relativos a saúde, como confiança e perseverança.

Tornar leve, simplificar, estar aberto a dizer o que precisa ser dito na hora que precisa ser dito, só que…Da forma que precisa ser dito. Sim a forma é tão importante quanto o contexto e o que vai ser falado.

Tenho jogado de peito aberto, ou digamos que de franco atirador. Tretou, converso, aprendemos algo e seguimos. Mas o inconsciente não é tão simples, algumas migalhas de descontentamentos ficam soltas e não limpas e podem se acumular. É quando guardamos algo que precisava ser dito e não é dito. Como não termos acordo de quando, de que forma, e com qual objetivo vamos falar, quando explode, já explodiu, e nem todos estamos preparados para juntar os cacos e seguir.

Ser simples não é ser fácil, venho na batida de não buscar entender, mas sim de viver o simples.

Simplificar as relações pode ser um caminho, pode ser uma experiência, não sei e não vou saber…

Como termos espaços cuidados para que conflitar não seja mais ruim?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

...e se tudo fosse sobre aprender?

Uma premissa básica talvez? Uma constatação quem sabe? Triste ou feliz, tenso ou relaxado, rico ou pobre, bem ou mal, sei la quantos outros paradoxos extremados binários em que por padrão comum carreg

E de fato o que é sonhar?

Um verbo. Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro. O que é? Para quem? De f

Post: Blog2_Post
bottom of page