top of page
  • Foto do escritorRafael Urquhart

E se dormir demais não fosse dormir demais? (7/set)

Nessa semana falando sobre o tempo que sonhamos dormindo, e sobre o tempo que ficamos acordados, me peguei refletindo mais uma vez se é dormindo que estamos acordados, ou acordados que estamos dormindo.

Essa reflexão é doideira, e só vou seguir pra que não me achem louco, além de preguiçoso. Adoro dormir, quem não gosta, me deixe sem fazer nada e vou dormir. Mas me peguei me cobrando neste sábado se não dormi demais? E olhar para a pergunta também me peguei pensando se o dormir demais não me permitiu sonhar mais também?

Trago essa reflexão por alguns aprendizados e reflexões que tenho tido. Aprendi a navegar nos sonhos (não sempre), mas as vezes, nada de maluquice, simplesmente acordo e anoto sobre o que estava sonhando, tentando dar algum sentido no presente sobre o sonho.

As vezes faz sentido, as vezes não, já tem uns 2 meses que não anoto nada, mas resolvi voltar a anotar neste sábado, muito por que na quinta falei sobre atemporalidade dos sonhos. Quando sonhamos não existe passado, presente ou futuro, esta tudo conectado, não sabemos quando e onde o sonho está acontecendo, as vezes não nos vemos a nos mesmos, e não tem como saber quando esse sonho esta acontecendo.

Acordados temos o passado que nos culpa, o futuro que nos preocupa, e o presente que não nos damos conta. Ta mas e o que isso tem a ver com a pergunta.

Escutei recentemente, que na velocidade que estamos, é possível que nossa mente esteja desperta enquanto dormimos, e anestesiada dormindo enquanto estamos acordados. Isso não faz muito sentido nos momentos reflexivos que venho tento, mas olho para os meus lados na correria do dia dia e parece que a matrix as vezes faz sentido, e que esse mundo que estamos não é normal, somos sugados por um tempo do tenho que com tantas distrações, que só relaxamos mesmo e funcionamos quando estamos dormindo.

Hoje passei 3 horas com o Benjamin meu filho dormindo na minha barriga. Parece que ele dorme muito, mais de 14 horas por dia. Talvez na realidade ele esta ainda muito conectado a sua consciência, e preparando a musculatura para passar mais tempo acordado. Mas será mesmo que nestas 14horas de sono, ele não esta sonhando e relaxado muito mais do que somos capazes de perceber?

Quanto custa o tempo de um e o tempo de muitos?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

...e se tudo fosse sobre aprender?

Uma premissa básica talvez? Uma constatação quem sabe? Triste ou feliz, tenso ou relaxado, rico ou pobre, bem ou mal, sei la quantos outros paradoxos extremados binários em que por padrão comum carreg

E de fato o que é sonhar?

Um verbo. Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro. O que é? Para quem? De f

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page