• Rafael Urquhart

Quais problemas você continua percebendo igual e ninguém esta resolvendo? (11/set)

Inúmeros…

Hoje estive outra vez em uma obra prestando consultoria 2,5 anos depois. Surpreendentemente alguns problemas que apontei lá atrás permanecem iguais, ninguém resolveu. Situações, modelos, leituras, relatórios e até posicionamentos da antiga forma de fazer, seguem inalterados, sem ação efetiva que transforme.

Olho pra minha volta neste instante e vejo uma série de conflitos e problemas acontecendo iguaizinhos e ninguém está resolvendo. Poderia ser um negócio, uma ação, uma mudança ou qualquer coisa que mudasse o status atual. Mas está ali e ninguém resolve.

Quantos mais estão percebendo? Sou só eu?

Vou olhar especificamente para algo simples que aconteceu hoje, no café da manhã no hotel, percebi que pelo terceiro dia seguido o sachezinho de sal estava úmido, ao abrir estava todo empedrado sem propiciar o melhor uso.

Não foi o primeiro dia, já é o terceiro, e provavelmente continue acontecendo. O que falta para alguém trocar o recipiente em que eles estão, ao invés de aberto para um fechado? Ele absorve toda a umidade na região em volta dele? Por que os saches não são feitos com material impermeável que impossibilite isso? Para que o sal em sache? Isso também acontece no saleiro certo? Por que o sal úmido?

Foi só uma observação, mas se você leu com calma com certeza lembrou da ultima recente vez que topou com o sal úmido sem conseguir o melhor uso. Quem resolveu? Existe uma solução?

Que outros problemas nos deparamos todos os dias repetitivamente na nossa frente e ficamos esperando que alguém faça algo? Por que não fazer, ou chamar um grupo pra fazermos juntos? Quais ações são necessárias? Será que não existe um jeito diferente de fazermos juntos?

Tenho me questionado bastante e refletido sobre o custo ou sacrifício de alterar o status quo a partir de mim mesmo. Me parece impossível projetar no outro qualquer alteração. Só tenho domínio das minhas ações e do que posso fazer. Talvez, e apenas talvez, estando em ação eu possa a partir dos feitos comunicar mudanças a outros, com histórias, fatos, e novas percepções de que é possível.

Quais mudanças percebo necessárias em mim?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Um verbo. Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro. O que é? Para quem? De f