top of page
  • Foto do escritorRafael Urquhart

Qual é de fato a potência de compartilhar a verdade do que se sente com o outro?

Potência de compartilhar a verdade.


A pergunta poderia parar por ai e já teriamos um livro para escrever, mas interessante que a verdade é carregada de sentimento, a minha verdade, a sua verdade. Tudo acontece diante de uma perspectiva comum soma ou múltipla de perspectivas individuais.


O que eu percebo é diferente do que você percebe, pelo simples fato da nossa diferença existencial e repertório de vida. Eu me emociono com cenas de filmes que talvez você não se emocione. Eu percebo mensagens ou verdades em falas e livros que talvez outras pessoas não percebam.


Não sinto ou percebo a discriminação social permanente por pertencer a um grupo de privilégio histórico social, portanto me custa sentir algo que não experimentei, posso ter compaixão, proximidade, até mesmo compreender, mas sentir de fato talvez busque outras situações semelhantes mas não iguais.


É importante manifestarmos a nossa verdade, não pra nos livrarmos dela ou despejarmos sobre o outro, mas sim para agregar contexto e ampliar a verdade que nos conecta.


Compartilhar é potência, seja do que for, trocar, somar, dar acesso seja ao que for é potência.


De fato não sei se é ou se causa. Potência é uma medida de energia então vai lá, que seja medida. Qual a potência, de fato que nos conecta se não a compaixão presente entre manifestação de sentimentos?

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Quais as perspectivas de documentar as relações?

Uma foto. Uma mensagem. Um filme. Uma lembrança. Uma ou infinitas histórias. As relações acontecem no agora, mas deixam rastros pela eternidade. Uma briga ou palavra mal dita, uma mensagem bem ou mal

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page