top of page
  • Foto do escritorRafael Urquhart

Qual o significado do múltiplo de tudo que veio antes? (23/set)

Gosto muito do S! (S fatorial). Ele fez muito sentido, por entendermos que a Simplify não nascia do nada, não era fruto apenas de um sonho, mas fruto de muitas interações, antes durante e depois. E que por não saber o que vai emergir, era interessante deixar esse fatorial integrando quem mais chegar.

Hoje vivemos uma nova celebração, e recontamos a história a partir da perspectiva dos que ali estavam. Engraçado contar uma história em que o inicio se mistura, e vai e volta no tempo, e que mesmo assim esta tudo certo, e que ainda assim faz sentido por que no mesmo dia que celebramos, novos chegam e passam a fazer parte organicamente da historia a partir daquele momento.

É vivo, orgânico, múltiplo, matemático, crescente, exponencial. Não sei onde vamos chegar, nem o que vai acontecer. É bacana perceber que independente do que acontecer o aprendizado vai continuar vivo, se somando e multiplicando com quem chegar, reconhecendo tudo que já foi vivido antes enquanto a historia for contada.

Tive a oportunidade de escutar outras histórias, da Laboriosa e da Liberdade. Ambos os movimentos surgiram de uma necessidade coletiva, e viveram no seu tempo pelo tempo possível. A Simplify nasce de uma percepção individual de uma necessidade coletiva, e aos poucos vai integrando tudo que chega, somando, e se tornando cada vez mais diversa, integrada e abundante em possibilidades.

Fico feliz, em ver que ela vai se manter viva, pelos aprendizados gerados em cada um que interagiu, pelos aprendizados do coletivo que aprendeu a operar e confiar juntos, e pela maturidade de reconhecer tudo que veio antes, e estar aberto e disponível a tudo que emergir no futuro.

Quando o pavor bate a porta?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

...e se tudo fosse sobre aprender?

Uma premissa básica talvez? Uma constatação quem sabe? Triste ou feliz, tenso ou relaxado, rico ou pobre, bem ou mal, sei la quantos outros paradoxos extremados binários em que por padrão comum carreg

E de fato o que é sonhar?

Um verbo. Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro. O que é? Para quem? De f

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page