top of page
  • Foto do escritorRafael Urquhart

Que ritmo é esse que me atropela?

Mais rápido do que eu gostaria. Necessário? Quem escolhe?


Falo rápido, ando rápido, respondo rápido, penso rápido, logo...esqueço rápido também.


Ah verdade é que não precisa ser assim, mas olho na volta e esta tudo muito rápido.


Não sei se rápido é o adjetivo correto para este ritmo acelerado. Já observei a partir de um referencial, mas quando me percebo atropelado é por que algo não vai bem, nada bem.


O conjunto das coisas criaram um cenário em que pelo bem dos meus filhos preciso falar mais devagar, pausar cada fala, observar e ouvir ao máximo para que se torne possível que o cérebro acompanhe a fala. Não é uma pausa, é uma desaceleração, para quem sabe assim talvez não me sentir atropelado.


Não é sobre parar, nem sobre dar um tempo. É sobre reduzir velocidade.


No atropelo não dá, um passo por vez para que eu não precise parar.


Qual a velocidade confortável para você?



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Quais as perspectivas de documentar as relações?

Uma foto. Uma mensagem. Um filme. Uma lembrança. Uma ou infinitas histórias. As relações acontecem no agora, mas deixam rastros pela eternidade. Uma briga ou palavra mal dita, uma mensagem bem ou mal

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page