• Rafael Urquhart

Como comunicar a clareza de quem sou?

Recomeçar…

Esta palavra emergiu pois o texto estava completo e algo aconteceu e tudo se perdeu, foi apagado, estava empolgado com o que tinha escrito, e do nada se perdeu tudo, e ficou a pagina em branco pra recomeçar.

Pareceu que era um recomeçar do zero, de alguma forma, tudo que havia escrito não ficou na memória. Era pra ser assim, eu estava com sérias dificuldades de me descrever, e comunicar com clareza quem sou eu.

Afinal quem sou eu? Alguém pode me ajudar a me descrever?

Mágicamente tive que recomeçar. E de alguma forma isso foi interessante pra me abrir a cabeça, era essa a palavra que eu precisava pra começar a comunicar a clareza de quem sou eu.

Um re-começador, parece que o corretor não encontrou a palavra. Minha história é repleta de mudanças de rota e recomeços. O engraçado é que não são recomeços forçados, tive a oportunidade de continuar fazendo as mesmas coisas por muito tempo nos mesmos lugares, mas escolhi não aceitar estas oportunidades e então me mudar e recomeçar muitas e muitas vezes.

Olho pra pergunta e fico paralisado lembrando do texto que tinha escrito e se apagou, como recomeçar é preciso, busco em alguns recados e feedbacks que me foram dados, outras palavras que talvez definam quem eu sou na visão de alguns, LIDER, INOVADOR, PROVOCADOR, INSPIRADOR, GESTOR, AMIGO…

É difícil comunicar com clareza quem somos, depende de quem nos vê, depende do que fazemos, depende do que falamos.

Sinto que fica cada vez mais difícil me definir, já perdi a conta de quantas minibios já escrevi sobre mim, mudando, atualizando o texto para o contexto em que ia ser lido. Sou camaleão, adaptativo, e consigo circular em diferentes aéreas e contextos. E da mesma forma a clareza de quem sou vai ficando complexa na mistura destas diferentes visões.

Vou repetir o exercício que fiz agora a pouco. Está é a minibio atual, que tenho utilizado.

Especialista em inovação disruptiva de impacto, um amante inveterado da arte da colaboração. Profissional com 10 anos de experiência em gestão executiva de construção e grandes projetos. Especialista em gestão de recursos, desenvolvimento de ferramentas de análise e tomada de decisão no melhor uso de recursos humanos e físicos alinhado a eficiência e eficácia. Crê no desenvolvimento das pessoas a partir de suas competências somadas a estratégias de autoconhecimento e motivação constante. É facilitador de inteligência coletiva em equipes de alto desempenho, estuda os fenômenos da colaboração humana na nova economia, aplica os princípios ganha x ganha através da metodologia Dragon Dreaming, buscando o uso de recursos ocultos no entorno empresarial através de inovação disruptiva.

Será que comunicar quem sou desta forma conecta? Convida? Aproxima? Deixa pelo menos curioso?

Que tal se eu comunicar de outra forma, convidando.

O Rafa…

Um perguntador? Um re-começador? Um líder? Um anfitrião? Um consultor? Um facilitador? Um mentor? Um inovador? Um disruptor? Um gestor? Um especialista? Ou simplesmente um ser em constante transformação e aprendizado no universo da colaboração e recursos.

Poucas linhas pra definir quem sou e quem posso ser. Vamos descobrir juntos? Um convite pra conversar e ver o que emerge a partir da nossa interação? Podemos cocriar, construir, planejar, gerir, corrigir, melhorar, inovar e fazer inúmeras transformações com o que já se tem.

Talvez tenha comunicado com clareza, talvez não, depende de quem lê, do contexto em que está, e do que está procurando. Não consigo definir quem sou, posso ser outro daqui alguns minutos, mas de alguma forma estou sempre recomeçando e dando continuidade ao que vale a pena ser continuado para o bem de todos.

Para que tanta pergunta?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Um verbo. Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro. O que é? Para quem? De f