PERGUNTAS DE SABEDORIA

Escrevo e publico com recorrência desde 28 de abril de 2018, meu processo de escrita se dá através de perguntas. Ao final de cada reflexão, elaboro uma nova pergunta no momento presente, que é o título encadeado do próximo texto.

 

O que tem te deixado livre?

Não tenho me sentido livre e por conta disso, meu pensamento está, neste instante, tentando me levar para a reflexão inversa na direção...

Como tem se reconhecido ultimamente?

Como tenho? Faço aquela pausa tradicional pra criar um lapso de tempo entre o passado e o presente. Já que a pergunta me remete a olhar...

Como me encaixo em um cenário diferente?

Busco entender o melhor do que está acontecendo, filtro aquilo que me aborrece, desapego de muitos hábitos que me faziam bem me abrindo a co

Como documentar a nossa evolução?

Poderia ir além, é a minha evolução ou a do nosso time, ou ainda da forma como fazemos o que fazemos?

O que me desconforta agora?

A necessidade de vender associada a pressão de ter que estar com meu conta-giro ligado sendo pago por algo.

De onde vêm a necessidade de padrão?

É como se pra mim, observar, encontrar e documentar o padrão seja um passo necessário para rompe-lo numa nova direção.