• Rafael Urquhart

E de fato o que é sonhar?

Um verbo.


Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro.


O que é? Para quem? De fato? Fato para quem?


Sonhar para mim é vida, é arte, é caminho é esperança.


É muito mais do que isso, é característica, detalhe, descrição de quem eu sou, um simples sonhador.


Sonhar liberta minha imaginação, expande a minha criatividade e nutre assim meu coração.


Ao sonhar sou criador, não somente criatura. (Gratidão Marcio Libar)


De fato sonhar me faz bem, me faz sorrir, me faz querer ou simplesmente me mantém em movimento.


Poderia comparar o sonhar ao respirar, o que seria de mim sem ar?


Meus filhos sonham, sem precisar saber o que é sonhar. E por que raios agente precisa explicar. Se cada um de nós pudesse livremente ter sua opinião do que é sonhar, que sonho imenso seríamos capazes?


Pois é, por muito tempo ao começar a sonhar tive que primeiro me perguntar, faz sentido? É possível? Já aconteceu? Alguém vai entender? Alguém ja fez? Vou ser reconhecido por isso?


Sonhar não tem retorno, não da lucro, não é relação direta. Sonhar é simplesmente se doar.


Acreditar que se o sonho não se realizar, ele trouxe algo pra ensinar.


Como ja ouvi do Osvaldo Oliveira, "dessa vida só se leva a experiência", por que raios então não experimentar?


Pois é, amigo ou amiga, ou eu futuro, ou Benjamin e Carol do futuro, meus filhos. Se sonhar é tão puro, tão infantil, tão luz, como deixar essa porta sempre aberta para a imaginação entrar?


Dois parágrafos em que podia encerrar e amanhã voltar a perguntar. Mas ainda assim não consigo para de sonhar. Sonhar que possamos expressar nossa verdade, não ter medo nem vergonha da nossa própria experiência. Poder dizer "eu quero" ou "eu vou" com tanta potência que ninguém duvide que algo vou fazer ou tentar.


De fato fiquei um tempo sem sonhar, me desconectei, tropecei no fio que me fazia criar o meu próprio eu, minha própria experiência.


Recebi um presente ou uma experiência do que poderia ser sonhar.


Meu filho Benjamin recebeu uma missão. Deves trazer uma tromba a escola. Uma tromba?


No seu imaginário e com o sonho livre ele passou a desenhar, circulo dispersos em cores, tentando materializar o que seria uma tromba, grande, barulhenta, colorida, não sei. Ali no sonho, todas as trombas são possíveis, impossível limitar.


Se foi possível desenhar, imaginar, por que não conceber ou criar?


E com mangueiras, isopores, garrafas velhas, meias e uma cornetinha de festa infantil assim se fez a tromba que se pode realizar.


Fico pensando em qual o próximo sonho, mesmo que ele possa se frustrar.


Não sei por que muitas frases terminando com ar, talvez pelo verbo, poesia, ou pensar.


Mas como seria se sonhar fosse como respirar?




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Busco entender o melhor do que está acontecendo, filtro aquilo que me aborrece, desapego de muitos hábitos que me faziam bem me abrindo a co