• Rafael Urquhart

O que eu quero pra mim?

Ser…

Uma lista repleta de ser assim, ser assado. Talvez acompanhada de alguns itens alinhados a estar. Buscando um ter associado a estado, fugindo do contexto de propriedade e se aproximando do contexto de tranquilidade.

Já fiz essa lista algumas vezes, e ela acaba mudando no tempo. Talvez o que é comum a mim e provavelmente a grande maioria, seja querer ser genuíno, alinhado com o que me faz bem, estar tranquilo, seguro, sereno em paz, fazendo o que gosto.

Essa frase é possível de ser repetida por todos, afinal quem não quer?

“Seja mais específico Rafa, peça, faça um pedido claro do que você quer.” Ass. Vozinha interior na minha cabeça.

O que eu quero pedir pra mim. Afinal é preciso querer para ir atras. É preciso desejar ou necessitar para pedir.

No contexto fazer, trabalhar, em específico.

Quero

…voltar a fazer o que gosto,

…liderar pessoas,

…inspirar pessoas,

…criar novos negócios,

…fazer acontecer,

…inovar,

…quero me reconhecer e ser reconhecido.

Nos outros contextos sobre mim.

Quero muito

…produzir pra mim

…me divertir

…sorrir

…criar boas memórias

…dar o que puder a quem precisar

…apoiar e sustentar meus filhos com o melhor que puder no tempo necessário a voarem sozinhos.

Evitei em fazer listas, com certeza quero ainda mais, e vou continuar querendo ao longo do tempo. Devo estar passando a metade da jornada aqui nesse plano, ainda resta a outra metade. Quem sabe o que há de vir, as oportunidades que vão surgir.

Por que o vento sopra mudando de direção?






0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Um verbo. Pronto, até aqui concordamos todos. Este é o limite do meu consicente, do pensar, do entender que consigo conectar com qualquer um que me lê, até o meu eu do futuro. O que é? Para quem? De f